VOYAGERS – 2021

Uma ficção científica cheia de tensão e de jovens com hormônios à flor da pela, Voyagers (que em português leva o nome de Viajantes: Instinto e Desejo) é dirigido e escrito pelo cineasta estadunidense Neil Burger. O filme, que se passa num futuro não muito distante, conta a história de um grupo de crianças produzido em laboratório e criado com uma motivo específico: viajar pelo espaço até alcançar um novo planeta habitável para a espécie humana. Isso porque em 2063 as condições de vida na Terra se tornaram insustentáveis devido aos efeitos das mudanças climáticas causadas pelos seres humanos, e a melhor alternativa de sobrevivência da nossa civilização é nessa longa viagem interplanetária que levará 86 anos para ser completada. Após alguns anos abordo da nava espacial, no entanto, os agora jovens adolescentes começam a questionar as decisões dos superiores e passam e criar suas próprias regras, o que pode levar a missão inteira ao colapso – e a última change de sobrevivência da humanidade consigo.

A premissa de Voyagers é com certeza algo que me deixa empolgado. Adoro filmes de ficção científica que focam na exploração espacial, no próximo passo rumo à evolução da civilização humana. E por isso, foi assistir à essa aventura com bastante expectativa. Contudo, logo no início já é possível entender as intenções do filme, que focam em criar um drama adolescente no espaço. Claro, o filme se leva a sério e joga umas questões filosóficas no meio disso tudo, mas que não são profundamente abordadas. Acaba sendo uma versão menos inspirada de Lord of the Flies (O Senhor das Moscas) dentro de uma claustrofóbica nave espacial, ao invés de uma ilha deserta. Ainda assim, o design de produção, mesmo que parecesse barato em alguns momentos, trouxe uma resultado interessante, assim como os efeitos especiais. Mas as atuações irregulares e o texto muito óbvio e sem sutilezas não permitem que a história de desenvolva de maneira agradável e empolgante. Além disso, o trio de atores que encabeça o filme (Tye Sheridan, Lily-Rose Depp e Fionn Whitehead) não aprece ter muita química. No fim das contas, é aquele tipo de filme que dá pra assistir enquanto você faz qualquer outra coisa, sem prestar muita atenção, porque quanto mais atento você está ao trabalho executado nele, mais problemas você encontrará!

Nota 4!

No momento, Voyagers está disponível para streaming na Amazon Prime Video ou para aluguel no Google Play e iTunes. Clique em Letterboxd para conhecer detalhes e outras opiniões sobre o filme; e clique em JustWatch para conferir onde ele está disponível no seu país!


Veja também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: