LAMB – 2021

LAMB (2021), ainda sem título em português, é um filme de fantasia com elementos de terror e drama, (no original em islandês o filme chama Dýrið, que significa “O Animal”) é o filme escolhido pela Islândia para representar o país na categoria de Oscar de Melhor Filme Internacional de 2022. Dirigido por Valdimar Jóhannsson, que também co-escreveu o roteiro, o filme é uma aquisição (e não uma produção, como muitos acreditam) da A24 nos Estados Unidos, enquanto no Brasil será distribuído pela Mubi. O filme conta a história de um casal, Maria (interpretada pela fantástica Noomi Rapace) e Ingvar (vivido pelo adorável Hilmir Snær Guðnason), que vive basicamente isolado numa fazenda do interior da Islândia, onde possuem uma criação de ovelhas. A vida deles é bastante monótona e, enquanto ainda parecem nutrir algum carinho um pelo outro, já está claro que o relacionamento dos dois está bastante desgastado. Um certo dia, no entanto, o casal se depara com um filhote de ovelha peculiar que irá mudar suas vidas completamente e lhe trazer experiências surreais.

Uma das discussões mais acirradas acerca de Lamb nas redes sociais diz respeito ao gênero do filme. Enquanto fica clara a intenção da A24 de fazer o marketing do filme como um terror, muitos espectadores e até críticos apontam que o filme, na verdade, não tem nada de assustador. Pois eu lhes digo com a mais absoluta segurança: Lamb é, sim, um filme de terror. Há elementos claros o suficiente para fazer do filme uma história horripilante, que fala justamente de medo, além dele ter uma atmosfera de mistério e tensão do início ao fim, atmosfera essa que remonta ao terror psicológico. Isso fica ainda mais claro quando prestamos atenção no desenvolvimento dos personagens principais, Maria e Ingvar, que claramente possuem seus traumas e cujas dificuldades do passado refletem em suas escolhas atuais de forma inesperada.

Mas claro, o filme tem outros ângulos muito perceptíveis e, se você quiser focar nessas outras perspectivas, o horror acaba ficando em segundo plano. O filme pode ser interpretado como um drama, como uma alegoria para a perda e para a retomada da vontade de viver. Ou o filme pode ser interpretado como uma fantasia, que mistura realidade com o absurdo de forma bastante inusitada. Essa mistura pode parecer confusa e certamente não conquistará todo mundo. Mas ainda assim, não importa qual gênero você identifique com mais facilidade em Lamb, o importante é que a narrativa é original e inteligente, a fotografia é linda (principalmente devido ao incrível cenário islandês) e as interpretações frias dos protagonistas são convincentes e combinam com a ótima atmosfera de temor da obra.

Nota 8!

No momento da publicação deste artigo, Lamb ainda não está disponível nas plataformas oficiais de streaming ou de aluguel do Brasil. Se você se interessou pelo filme e quer conhecer mais sobre ele, incluindo outras opiniões, abaixo você encontra o link para o Letterboxd, uma rede social de pessoas que comentam todas as obras do mundo do cinema. Além disso, você pode clicar em JustWatch, uma ferramenta que mostra a disponibilidade de filmes e séries em todas as plataformas de diversos países para conferir de forma atualizada onde assisti-los!


Veja também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: