AKIRA – 1988

Eu diria que é muito apropriado falar sobre Akira hoje, em 2021, durante as Olimpíadas de Tóquio 2020 e enquanto lutamos contra uma pandemia que mudou as vidas das pessoas ao redor do mundo. Digo isso porque Akira, um filme de 1988 dirigido por Katsuhiro Otomo, é baseado no manga com o mesmo nome escrito pelo diretor em 1982 e se passa numa Tóquio futurista e distópica de 2019; e uma das coincidências mais incríveis é que no filme, Tóquio se preparava para sediar as Olimpíadas no ano seguinte, em 2020! Parece que essa animação acabou prevendo o futuro. Assim como na vida real, quando vários japoneses pediram o cancelamento dos Jogos Olímpicos devido à pandemia, em Akira também há manifestações contra o evento e no fim das contas o filme traz diversas cenas do ginásio olímpico vazio, imagens que lembram bastante algumas tomadas que quem acompanha as Olimpíadas tem percebido: estádios e arenas vazias para frear o avanço de uma nova onda de covid-19 no Japão.

Mas Akira vai muito além dessas coincidências assustadoras. O filme é um marco na animação mundial e também um divisor de águas no que diz respeito a histórias de ficção científica e universos cyberpunk. Acompanhando a rotina de uma gangue de motociclistas na agitada metrópole de Neo-Tóquio de 2019, Akira conta a história de Shōtarō Kaneda e do seu amigo Tetsuo Shima, que após sofrer um acidente de moto acaba adquirindo surpreendentes poderes telecinéticos. Esses incríveis poderes farão com que Tetsuo acabe se tornando uma pessoa completamente diferente e é aí que Kaneda, seu amigo de infância, precisará encontrar formas de ajudar o rapaz em meio ao caos que domina cidade. Além de uma história envolvente e cheia de personagens marcantes, Akira cria todo um universo intricado e cheio de detalhes que torna a narrativa ainda mais convincente e atrativa. Isso se une aos visuais maravilhosos que dão vida a esse universo e conquistam qualquer um, mesmo aqueles que se incomodam com a complexidade da história, que por vezes chega a tomar rumos difíceis de acompanhar. De qualquer forma, não há quem não se encante com a estética cyberpunk e a visão futurista da narrativa, que mesmo aterradora, nos traz uma vontade de viajar para esse futuro distante. Não é a toa que o filme ganhou fãs no mundo inteiro e se tornou adorado por quem ama uma boa ficção científica, influenciando outros animes também consagrados, como Ghost in the Shell, e inspirando até mesmo filmes de Hollywood, como The Matrix e Inception.

Nota 9!

No momento, Akira está disponível nas plataformas de streaming da Netflix e do Telecine, além de aluguel no Google Play.


Veja também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: