Sundance 2022: Marte Um

Marte Um (ou Mars One, na versão em inglês) é um dos filmes nacionais que fazem suas estreias no Festival de Sundance deste ano junto do ótimo curta-metragem Uma Paciência Selvagem Me Trouxe Até Aqui, de Érica Sarmet e do documentário The Territory, de Alex Pritz. Marte Um, no entanto, é um filme de ficção longa-metragem brasileiro escrito e dirigido por Gabriel Martins (um dos diretores do aclamado filme de 2019, No Coração do Mundo). Um drama sutil, o filme traz uma perspectiva bastante autêntica sobre a sociedade atual brasileira. Ele conta a história do adorável casal Tércia (vivida por uma incrível Rejane Faria) e Wellington (interpretado por um também surpreendente Carlos Francisco), e seu filhos, Deivid (vivido pelo estreante Cícero Lucas) e Eunice (interpretada pela ótima Camilla Souza), quatro membros de uma família negra de classe média baixa que tentam manter o ânimo e seus sonhos vivos nos meses seguintes à eleição de um presidente de extrema-direita, um homem que representa tudo o que eles não são. Parece ser exatamente a experiência de muitas famílias de 2018 em diante, não é mesmo?

Image

Um filme brasileiro com todo o elenco negro, algo que infelizmente ainda é raro no nosso país, Marte Um é um drama delicado e cheio de coração que foca nas fugas que procuramos para escapar da cansativa vida cotidiana. Embora os primeiros segundos do filme já tragam a vitória de Bolsonaro nas eleições presidenciais de 2018 como pano de fundo, esse tema acaba ficando nas entrelinhas, o que não significa que o filme não seja político – Marte Um é um filme super político, por sinal. Mas aqui, a política está nos detalhes, está na vida de uma família negra de trabalhadores, uma diarista e um zelador, que lutam para dar uma condições de vida dignas aos filhos diante das imensas injustiças que a sociedade lhes apresenta. O abismo social entre ricos e pobres é outro tema que não é exposto de forma explícita na narrativa, mas cuja óbvia existência gera conflitos, como não poderia deixar de ser. Nesse contexto, mergulhamos nos universos dos quatro personagens principais que dividem o protagonismo, cada um com seus medos e seus objetivos, o que até parece muita coisa no começo da obra, mas que, com a direção competente de Gabriel Martins, termina como uma adorável história harmoniosa sobre as angústias dos nossos dias, mas com esperanças de que o futuro será melhor!

Nota 9!

No momento da publicação deste artigo, Marte Um acabou de estrear no Festival de Sundance e ainda não está disponível nas plataformas oficiais de streaming ou de aluguel do Brasil. O filme foi adquirido pela Magnolia Pictures nos Estados Unidos e deve estrear nos cinemas do Brasil no segundo semestre de 2022. Se você se interessou pelo filme e quer conhecer mais sobre ele, incluindo outras opiniões, abaixo você encontra o link para o Letterboxd, uma rede social de pessoas que comentam todas as obras do mundo do cinema. Além disso, já que os filmes estão sempre mudando de streaming, você pode visitar o JustWatch, uma ferramenta que mostra a disponibilidade de filmes e séries em todas as plataformas de diversos países, para conferir de forma atualizada onde assisti-los! 🎥


Veja também:


Um comentário em “Sundance 2022: Marte Um

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: