BELFAST – 2021

O elogiado Belfast é um drama cheio de momentos cômicos escrito e dirigido pelo cineasta e ator norte-irlandês Kenneth Branagh. O filme histórico se trata de uma semi-autobiografia, uma vez que é fortemente inspirado pela infância de Branagh entre as décadas de 1960 e 1970 em Belfast, capital da Irlanda do Norte. O drama acompanha os primeiros meses do intenso conflito político na região, que colocou protestantes e católicos em lados opostos. No filme, Buddy (vivido por um incrível Jude Hill, em seu primeiro papel no cinema) é uma criança envolta pelo amor da família e, às vésperas da adolescência, começa a criar laços com uma coleguinha da escola. Com o início da instabilidade na região católica da cidade onde a família protestante vive, Buddy começa a presenciar atos de violência para com seus vizinhos e a família passa a questionar se não é melhor deixar a adorada cidade natal para trás e buscar uma vida mais tranquila e segura longe dali.

Para aqueles acostumados com o trabalho de Kenneth Branagh, Belfast é uma grata surpresa. O drama, por mais padrão que seja, é bastante diferente dos filmes anteriores do cineasta, na maioria superficiais, mesmo que divertidos. O filme é uma típica obra autobiográfica que apela para os nossos sentimentos e vem sendo vista como um “Oscar bait”, aquele filme cheio de elementos narrativos conhecidos por atrair a atenção dos votantes do Oscar. Mas nem sempre ser um Oscar bait significa ser um filme ruim, e esse é o caso de Belfast, que oferece uma experiência muito gostosa. O filme evoca nossa nostalgia, nossas memórias da infância e nossa conexão com a cidade onde nascemos e crescemos. Nesse caso, o amor pelo local é contrastado com o medo da tensão social, e o filme faz isso de forma eficaz na maior parte do tempo e sempre do ponto de vista da criança, o que faz muito sentido. Sim, algumas cenas são um pouco forçadas, mas isso não tira os méritos da obra, que tem também um lindo trabalho de câmera com uma excelente fotografia em preto e branco. Outro destaque são as atuações, principalmente do jovem Jude Hill que está espectacular, mas o restante da família composta pelos incríveis Caitríona Balfe, Judi Dench, Jamie Dornan e Ciarán Hinds também merece elogios. Por fim, o último ato do filme é realmente forte e emocionante, fechando a obra no seu melhor momento.

Nota 8!

No momento da publicação deste artigo, Belfast ainda não está disponível nas plataformas oficiais de streaming ou de aluguel do Brasil. Se você se interessou pelo filme e quer conhecer mais sobre ele, incluindo outras opiniões, abaixo você encontra o link para o Letterboxd, uma rede social de pessoas que comentam todas as obras do mundo do cinema. Além disso, já que os filmes estão sempre mudando de streaming, você pode clicar em JustWatch, uma ferramenta que mostra a disponibilidade de filmes e séries em todas as plataformas de diversos países, para conferir de forma atualizada onde assisti-los!


Veja também:


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site criado com WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: