THE AMERICANS – 2013/18

Sem exageros, uma das séries mais incríveis de todos os tempos (e com um dos finais mais lindamente emocionantes que já assisti), The Americans é um drama que envolve família e espionagens nos anos 1980. Nadezhda e Mischa, espiões russos, são recrutados para atuar nos Estados Unidos durante a Guerra Fria. Lá eles recebem novas identidades e vivem como um casal de americanos, Elizabeth e Philip Jennings, que levam uma vida comum trabalhando numa agência de viagens. O casal tem dois filhos (que nasceram nos EUA e não fazem ideia da origem e da verdadeira profissão dos pais) e faz de tudo para levar uma vida pacata, sem deixar rastros das ações de espionagem e inclusive dos assassinatos que cometem em segredo enquanto trabalham para a União Soviética. Morando em Washington, na capital americana, os Jennings vão ver suas missões se tornarem ainda mais difíceis com a chegada de um novo vizinho: Stan Beeman, um agente do FBI.

Ao longo de seis temporadas, The Americans não acompanha apenas o trabalho dos espiões russos para fazer com que a União Soviética sobreviva como uma superpotência mundial, mas também mostra a luta pelas suas próprias vidas e pela sobrevivência do relacionamento artificial que tentam manter. Elizabeth, vivida magistralmente pela fabulosa Keri Russell (de Felicity), é forte, determinada e fiel à ideologia comunista, enquanto o marido, Phillip, interpretado por um também magnífico Matthew Rhys, é mais suscetível às mudanças e não enxerga os EUA por uma lente tão negativa quanto à esposa. Além disso, Philip é visivelmente apaixonado por Elizabeth, enquanto ela ainda vê casamento como parte da profissão de espiã. Conciliar esse relacionamento, os riscos da espionagem nos EUA da era Reagan e o crescimento dos filhos, Paige e Henry, cada vez mais atentos às ações dos pais, é um grande desafio ao Jennings.

A beleza de The Americans está também em retratar esse casal de assassinos frios como seres humanos num mundo que exige que pessoas como eles existam. Criada por Joe Weisberg, um ex-agente da CIA, a série tende ao realismo e à neutralidade. Russos não são os malvadões que estamos acostumados a ver nas narrativas dos EUA, pelo contrário: torcemos para que os Jennings consigam atingir seus objetivos e sejam felizes. Além dessa maravilhosa história complexa e cheia de tensão, The Americans é muito bem escrita e tem reviravoltas impressionantes. As atuações são sensacionais, além do casal Russell e Rhys (que inclusive se tornaram um casal na vida real durante a gravação da série), merecem destaque Noah Emmerich, como o incansável agente Beeman, Annet Mahendru, como a dúbia Nina, Alison Wright, a ingênua Martha, e Margo Martindale, como a misteriosa Claudia.

Nota 10!

As seis temporadas dessa série aclamadíssima pela crítica e que fala de relacionamentos, identidade e humanidade num mundo ideologicamente complexo estão disponíveis no Amazon Prime Video.


Veja também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: