Os Melhores Filmes na Paramount+ – Maio/22

Com tantas opções de streaming disponíveis hoje no Brasil e com centenas ou até mesmo milhares de filmes e séries de TV disponíveis em cada um desses inúmeros serviços, escolher uma obra para assistir pode se tornar uma árdua tarefa, principalmente quando estamos com amigos ou familiares. Quem nunca ficou mais tempo escolhendo um filme do que realmente o assistindo depois? Por esse motivo, criei o Legenda Sincronizada, com dicas diárias do que assistir e críticas dos principais lançamentos do cinema e da televisão.

Dessa vez, decidi trazer as opções mais aclamadas dos principais serviços de streaming disponíveis hoje no Brasil. São aquelas obras aclamadas que todo amante do cinemas ou de séries de TV precisa assistir. São opções quase que obrigatórias, e aqui serão apenas três obras por post, porque a intenção é não passar muito tempo escolhendo! E hoje vamos examinar as melhores opções da Paramount+, o serviço de streaming da gigante do cinema e da TV dos Estados Unidos, mas que ainda tenta se consolidar como plataforma online. E vamos ao top 3 de maio!

ASCENSION – 2021

Filmado na China, Ascension (Ascensão, no título em português do Brasil e 登楼叹 em chinês) é um documentário estadunidense de 2021 dirigido e produzido por Jessica Kingdon. Ele segue a busca do sonho chinês através das classes sociais que se desenvolvem no país, priorizando a produtividade e a inovação enquanto se adaptam às novas relações de trabalho ocidentais que se tornam cada vez mais comuns no Leste Asiático. O filme teve sua estreia mundial no Tribeca Film Festival em 12 de junho de 2021, onde ganhou o prêmio de Melhor Documentário. Aclamado pela crítica, Ascension também foi indicado ao Oscar de Melhor Documentário nesse ano. O filme viaja por diversos cenários e regiões chinesas onde a diretora foca em documentar os efeitos do capitalismo nos indivíduos de diferentes classes sociais. Com imagens estonteantes e cenas que chegam muitas vezes a chocar, Ascension consegue nos transformar para um universo desconhecido por aqueles que nunca tiveram a chance de testemunhar algumas práticas da cultura chinesa atual.

SAW – 2004

O filme de terror responsável por popularizar o subgênero splatter nos anos 2000, Saw (que em português leva o nome de Jogos Mortais) foi também o responsável por lançar a carreira do cineasta James Wan, que dirigiu o filme, seu longa-metragem de estreia. O roteiro, por sua vez, foi escrito pelo amigo de longa data de Wan, Leigh Whannell, que também é um dos protagonistas da obra. O filme conta a história de um misterioso assassino conhecido apenas como “Jigsaw killer”, um criminoso que sequestra pessoas e faz com que elas precisem participar de jogos que infligem dor gigantesca para que possam escapar com vida. Dessa vez, as vítimas em questão são o fotógrafo Adam (vivido por Whannell) e médico Lawrence (interpretado por Cary Elwes). Ambos acordam acorrentados num banheiro abandonado e as ordens do “jogo” para Lawrence indicam que ele precisa matar Adam para que sua esposa e sua filha não sejam mortas pelo assassino. E assim começa a intrincada narrativa do filme que deu origem a uma das franquias de terror de maior sucesso de todos os tempos, que culminou em Spiral: From the Book of Saw, lançado em 2021, o nono filme da série.

PRISONERS OF THE GHOSTLAND – 2021

Um dos dois filmes lançados na temporada 2020/2021 do inovador cineasta japonês, Sion Sono, Prisoners of the Ghostland (que mantém o mesmo título em português até o momento) é uma aventura distópica diferente de tudo. Protagonizado por Nicolas Cage, o filme se passa uma região fictícia do Japão devastada por um acidente nuclear do passado, onde uma vila chamada Samurai Town é controlada com mãos de ferro pelo temido Governor (vivido por Bill Moseley). Quando uma das garotas que o Governor sequestra para lhe fazer companhia foge, o tirano vai atrás da ajuda de Hero (interpretado por Cage), um assaltante de bancos preso após sua última tentativa de roubo. Liberado pelo Governor com a função de encontrar a jovem Bernice (vivida pela sempre excelente Sofia Boutella), Hero terá que adentrar uma região ainda mais temida para buscar pela garota, a área desolada e assustadora chamada Ghostland.


Veja também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site criado com WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: