7 PRISIONEIROS – 2021

Um dos filmes brasileiros mais aguardados do ano, 7 Prisioneiros foi lançado oficialmente no Festival de Veneza em setembro e acabou de chegar à Netflix. Elogiado pela crítica, o drama é dirigido por Alexandre Moratto, que ganhou fama com o impactante Sócrates, de 2018, e protagonizado por Christian Malheiros, que também fez parte do primeiro longa-metragem do cineasta brasileiro. Escrito por Moratto juntamente com Thayná Mantesso, 7 Prisioneiros conta a história de Mateus (vivido por Malheiros), um jovem de 18 anos que sai do interior rumo à cidade de São Paulo, onde vai trabalhar com mais três jovens num ferro-velho. Ao chegar no local combinado, no entanto, Mateus descobre que seu chefe (interpretado por Rodrigo Santoro) tem planos bem diferentes do que ele e seus colegas esperavam e assim eles vão acabar presos num esquema de trabalho análogo à escravidão.

7 Prisioneiros tem muitas das características realistas que Moratto já havia empregado em seu filme anterior. O cineasta continua desbravando o universo da miséria contemporânea responsável pela falta de liberdade de tantas pessoas no Brasil e no mundo, e faz isso de forma bastante honesta e direta. O desenvolvimento do filme, principalmente no primeiro ato, parece mais acelerado do que o normal, mas aos poucos encontra seu ritmo e consegue mostrar a triste realidade do capitalismo tardio no qual estamos inseridos. 7 Prisioneiros é repleto de cenas difíceis e é impossível não sentir um tremendo mal estar durante diversas sequências. Ainda assim, ele é corajoso ao abordar um tema tão negligenciado e que raramente é abordado no cinema. As atuações são um pouco irregulares e o texto às vezes peca pelo reducionismo, mas isso não tira o mérito do filme. O contraste da grandeza de São Paulo com toda a pobreza na qual os personagens estão inseridos é marcante e poderia até ser mais bem aproveitado na obra. Por fim, outra questão que poderia ser melhor trabalhada está nos desenvolvimentos da segunda metade do filme, que certamente poderiam ter tomado outro rumo, um rumo que focasse a indignação do espectador num local que faria mais sentido.

Nota 6!

No momento da publicação deste artigo, 7 Prisioneiros (que na versão em inglês se chama 7 Prisoners) está disponível para streaming na Netflix. Se você se interessou pelo filme e quer conhecer mais sobre ele, incluindo outras opiniões, abaixo você encontra o link para o Letterboxd, uma rede social de pessoas que comentam todas as obras do mundo do cinema. Além disso, você pode clicar em JustWatch, uma ferramenta que mostra a disponibilidade de filmes e séries em todas as plataformas de diversos países para conferir de forma atualizada onde assisti-los!


Veja também:


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: