A NIGHTMARE ON ELM STREET – 1984

Ah, como eu tinha medo desse filme na minha infância. Um dos maiores clássicos do terror de todos os tempos, A Nightmare on Elm Street (A Hora do Pesadelo, na versão em português do Brasil), é mais um dos inúmeros filmes de sucesso originados da mente do mestre do terror Wes Craven, que infelizmente nos deixou há alguns anos. O filme veio a se tornar uma enorme franquia que já inclui nove longa-metragens – um deles, inclusive, é um crossover com a também popular franquia Friday the 13th. A história desse famoso terror slasher gira em torno de um grupo de adolescentes de uma mesma vizinhança que começa a ter pesadelos nos quais são perseguidos por um misterioso homem com o rosto desfigurado. Quando são perseguidos e mortos nos seus sonhos, os adolescentes acabam mortos também na realidade, e precisam fazer de tudo para acordar antes que seja tarde demais. Aos poucos, os jovens descobrem que quem está por traz desses terríveis assassinatos é o horripilante Freddy Krueger, que mata suas vítimas com as lâminas de sua luva de metal.

Escrito e dirigido por Wes Craven, A Nightmare on Elm Street é um dos maiores ícones do terror dos anos 80 e ajudou a solidificar o já popular subgênero de terror slasher, seguindo a tendência de Halloween, de 1978 e Friday the 13th, de 1980. Temos novamente um grupo de adolescente sexualmente ativos que são perseguidos por um assassino em série, nesse caso, o tenebroso Freddy Krueger, que veio a se tornar um dos maiores e mais temidos vilões do cinema de todos os tempos. O que Craven traz de inovador dessa vez é o aspecto sobrenatural que une realidade e fantasia. Se trata, na verdade, de uma união de terror slasher com elementos de terror psicológico e de terror sobrenatural. Ao entrar no universo dos sonhos, a narrativa toma uma direção completamente imprevisível onde os riscos são ainda maiores e onde os personagens perdem grande parte do controle sobre os eventos nos quais se encontram. Se a nossa tranquilidade ao acordar de um pesadelo é saber que tudo de terrível que vivemos não passou de um sonho, aqui, essa tranquilidade desaparece, pois os sonhos trazem perigosos impactos reais. O filme não deixa de lado os temas mais macabros relacionados ao nosso cotidiano, o que é uma característica sempre corajosa de Craven, e que deixa a história e seus personagens ainda mais complexos e intrigantes, mesmo quando utiliza clichês já muito conhecidos.

Nota 8!

No momento, A Nightmare on Elm Street está disponível nas plataformas oficiais de streaming da HBO Max e de aluguel do iTunes e Microsoft Store. Se você se interessou pelo filme e quer conhecer mais sobre ele, incluindo outras opiniões, abaixo você encontra o link para o Letterboxd, uma rede social de pessoas que comentam todas as obras do mundo do cinema. Além disso, você pode clicar em JustWatch, uma ferramenta que mostra a disponibilidade de filmes e séries em todas as plataformas de diversos países para conferir de forma atualizada onde assisti-los!


Veja também:

Um comentário em “A NIGHTMARE ON ELM STREET – 1984

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: