THE GREEN KNIGHT – 2021

O mais novo filme da A24 é uma aventura fantástica baseada num popular romance em versos medieval de autor desconhecido que inclui diversos exemplos da mitologia britânica e de influências irlandesas, galesas e francesas do século XIV. Dirigido e escrito pelo cineasta estadunidense David Lowery (do excelente drama fantástico A Ghost Story), The Green Knight, cujo título em português é O Cavaleiro Verde). conta a história de Sir Gawain (vivido por Dev Patel), um inconsequente sobrinho do lendário Rei Arthur (interpretado por Sean Harris). Num certo dia de Natal, a corte recebe a visita do misterioso Cavaleiro Verde, um ser mítico coberto por uma crosta esverdeada que desafia um dos cavaleiros a cortar sua cabeça. Gawain aceita o duelo na tentativa de provar para todos a sua honra e seu lugar ao lado do rei. A consequência é que, no Natal do ano seguinte, Gawain terá que ir até o Cavaleiro Verde para dar continuidade ao desafio, e nessa jornada ele vai enfrentar os mais extraordinários obstáculos, que incluem desde simples ladrões até fantasmas sem cabeça e gigantes imponentes.

Preciso ser honesto e dizer que esperava que o filme me envolvesse um pouco mais. The Green Knight é uma daquelas obras super bem feitas, incrivelmente dirigidas e executadas de forma excelente por todos os envolvidos. Mas ainda assim, o sentimento final é de que algo está faltando. O filme não conquista nem deixa uma marca profunda, talvez pela história em si, que é tão arcaica e distante da realidade. Ao mesmo tempo, o filme tem diversos méritos que precisam ser apontados e que tornam a experiência proveitosa, mesmo que não a mais empolgante de todos os tempos. Além da direção primorosa e de atuações sólidas, The Green Knight conta com belíssimo design de produção, edição impecável e fotografia encantadora. Além de todos os aspectos técnicos destacados, talvez o maior elogio devesse ser direcionado à trilha sonora do filme, que é estupenda e instigante. Ainda assim, mesmo com tantos pontos positivos, a impressão final é aquém da esperada, talvez pelas expectativas serem muito altas, quem sabe. Outro detalhe que fez com que o filme não atingisse seu potencial está justamente na sua conclusão, que, num certo ponto, nos parece dar opções alternativas de como a história poderia terminar, o que me parece um tanto quanto fácil demais. Preferiria que apenas uma opção prevalecesse como caminho da narrativa, pois o impacto seria mais forte. Ah, e o filme tem uma cena pós-créditos que quer tentar dizer alguma coisa em poucos segundos, uma mensagem que talvez devesse ter estado mais presente nas duas horas e dez minutos do filme.

Nota 5!

No momento, The Green Knight ainda não está disponível nas plataformas oficiais de streaming ou de aluguel do Brasil.


Veja também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: