RELIC – 2020

Relic é um filme de terror que, a princípio, parece mais do mesmo. Parece um horror simplista e antiquado, com uma narrativa óbvia e sem muito conteúdo por baixo dos panos. Até que nos 45 do segundo tempo o filme nos dá faz acender um luz de emergência e quem ainda não tinha entendido a ideia do filme, provavelmente vai entender. A premissa de Relic é baseada em três mulheres de uma mesma família, avó, mãe e neta. Quando a avó, Edna, desaparece, sua filha e sua neta vão até sua casa e tentam encontrá-la, o que acontece logo em seguida. Com o retorno de Edna, porém, uma misteriosa presença começa a rondar a casa da família.

Como comentei no início, se você vê o filme de forma despretensiosa, pode até não perceber o tema principal da história (mesmo que os últimas minutos do filme deixem bem claro, de certa forma). Por isso não vou dar muitos detalhes. O importante é saber que Relic fala sobre família, sobre diferentes gerações e sobre como é difícil lidar com tudo isso! Ele é uma grande alegoria para a vida em família, quando a falta de tempo e de paciência nos afasta das pessoas. Para um filme de terror, eu diria que o final é um dos mais emocionantes que eu já assisti, muito bem atuado (a atriz Emily Mortimer está ótima no filme inteiro) e muitíssimo bem dirigido pela estrante em longas-metragens, Natalie Erika James. É um final tão lindo que quase faz você esquecer alguns probleminhas que existem durante o filme.

Nota 9!

Relic ainda não chegou aos streamings do Brasil na data de publicação desse artigo, mas já está nos sites de compartilhamento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site criado com WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: