CIDADE DE DEUS – 2002

Um dos filmes nacionais mais aclamados e premiados no Brasil e no exterior, Cidade de Deus (que também é conhecido pelo seu nome em inglês – City of God) é um filme brasileiro épico de drama e crime de 2002 co-dirigido por Fernando Meirelles e Kátia Lund, lançado no Brasil em 2002, mas ao redor do mundo em 2003. Bráulio Mantovani adaptou a história do romance homônimo de 1997 escrito por Paulo Lins, mas o enredo é vagamente baseado em fatos reais. O filme retrata o crescimento do crime organizado na Cidade de Deus, subúrbio do Rio de Janeiro, entre o final dos anos 1960 e o início dos anos 1980, com o encerramento do filme retratando a guerra entre o traficante Zé Pequeno (vivido por Leandro Firmino da Hora) e o vigilante que virou criminoso, Mané Galinha (interpretado por Seu Jorge). Nesse contexto, acompanhamos o protagonista Buscapé (vivido por Alexandre Rodrigues) é um jovem pobre, negro e muito sensível que cresce em um universo de muita violência na Cidade de Deus, favela carioca conhecida por ser um dos locais mais violentos da cidade. Amedrontado com a possibilidade de se tornar um bandido, Buscapé acaba sendo salvo de seu destino por causa de seu talento como fotógrafo, o qual permite que siga carreira na profissão. É através de seu olhar atrás da câmera que Buscapé analisa o dia-a-dia da favela onde vive, onde a violência aparenta ser infinita.

A direção inspirada de Fernando Meirelles e Kátia Lund é sem dúvidas um dos maiores de trunfos de Cidade de Deus, que consegue criar um olhar distinto e muito singular sobre os personagens e suas vidas na favela. Além disso, o fato de que grande parte do elenco seja composto por moradores da região e sem experiência prévia com atuação confere uma autenticidade única à obra, que tem como objetivo ser o mais realista possível. E essa realidade acaba chocando aqueles que desconhecem o dia a dia de comunidades como a Cidade de Deus, e que na narrativa intensa do filme, se torna o fio condutor do enredo tão bem construído e com um texto tão inteligente. Não há como deixar de citar outro aspecto marcante do filme, que é edição criativa de Daniel Rezende, que foi indicada ao Oscar juntamente com o roteiro e o a direção de Cidade de Deus. É certamente um dos filmes mais marcantes do cinema brasileiro de todos os tempos e uma obra fundamental para se conhecer a sétima arte do nosso país.

Nota 9.

No momento da publicação deste artigo, Cidade de Deus está disponível nas plataformas oficiais de streaming da Globoplay, Telecine, Paramount+ e Oi Play. Se você se interessou pelo filme e quer conhecer mais sobre ele, incluindo outras opiniões, abaixo você encontra o link para o Letterboxd, uma rede social de pessoas que comentam todas as obras do mundo do cinema. Além disso, já que os filmes estão sempre mudando de streaming, você pode visitar o JustWatch, uma ferramenta que mostra a disponibilidade de filmes e séries em todas as plataformas de diversos países, para conferir de forma atualizada onde assisti-los! 🎥


Veja também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site criado com WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: