TOGETHER – 2021

Já mencionei aqui outras vezes que adoro filmes que mencionam a pandemia de convid-19 que estamos vivendo. Parece estranho, afinal, é um momento tão difícil e cansativo esse pelo qual estamos passando há mais de um ano e meio que parece que a lógica seria fugir dessa realidade. Mas no meu caso, quando assisto filmes filmados antes da pandemia, ou obras que ignoram completamente a sua existência mesmo filmadas recentemente, fico com a impressão de que estamos num mundo à parte. Ou pior, tenho o sentimento de que o universo desses filmes é inalcançável e acabo não conseguindo me identificar com essas obras por completo. Por isso que o novo filme do talentoso cineasta britânico Stephen Daldry, famoso pelos dramas Billy Elliot (2000), The Hours (2002), e The Reader (2008), me chamou muito a atenção. Together conta a história de um casal problemático que é surpreendido pelo início do lockdown no Reino Unido em 2020 com o avanço dos casos de covid-19. O marido, vivido por James McAvoy, é mais conservador e tem uma visão de mundo mais meritocrática, enquanto a esposa, interpretada por Sharon Horgan, vê o mundo por uma ótica mais progressista e socialista. Não bastassem as diferenças políticas, que com certeza ajudam a colocar o casal em pé de guerra, há também todo o estresse da pandemia e do confinamento aliados ao fato de que o casamento dos dois já estava em crise há algum tempo.

Enquanto Together não acerta todos os pontos da caracterização política do casal (o marido é um conservador fofinho demais pra ser verdade, por exemplo), não dá pra negar que ele acerta em cheio a crítica política aos líderes e às instituições durante a pandemia, principalmente ao governo britânico. O filme usa dados e fatos reais para examinar as escolhas erradas dos líderes do Reino Unido que acabaram por causas mais mortes do que o necessário. Nesse sentido, o filme acaba parecendo um documentário, até mesmo porque os atores quebram a quarta parede, conversando conosco, espectadores – o que é uma decisão arriscada, mas que foi bem utilizada aqui. Sentimos que estamos presos na mesma casa com os personagens, vivendo o mesmo drama (que, de uma forma ou de outra, vivemos também nos últimos meses). O que fortalece o filme e o afasta do tom de documentário é o drama (salpicado com momentos de comédia) e a honestidade da narrativa, muito bem escrita pelo roteirista Dennis Kelly. Claro, esse drama é ainda mais exacerbado pelas ótimas atuações de James McAvoy e Sharon Horgan, que estão incríveis e trazem uma autenticidade ímpar para a obra.

Nota 9!

No momento, Together ainda não está disponível nas plataformas oficiais de streaming ou de aluguel do Brasil. Se você se interessou pelo filme e quer conhecer mais sobre ele, incluindo outras opiniões, abaixo você encontra o link para o Letterboxd, uma rede social de pessoas que comentam todas as obras do mundo do cinema.


Veja também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: