THE WHITE LOTUS – 2021

A nova série da HBO que deu o que falar nos últimos meses e acaba de ser renovada para uma segunda temporada como antologia (ela deve trazer personagens diferentes numa nova história) é uma mistura de drama e comédia satírica criada, escrita e dirigida por Mike White. The White Lotus (que mantém o mesmo nome em português) se passa no Havaí, num resort de luxo que dá nome à série, e traz um grupo de personagens simbólicos que refletem algumas das desigualdades da sociedade estadunidense atual, o que não passa muito longe na realidade brasileira. A história acompanha um grupo de hóspedes que chega ao hotel e alguns dos funcionários do local encarregados de recebê-los. No decorrer de uma semana, enquanto os ricos hóspedes aproveitam todos os benefícios desse verdadeiro paraíso na Terra, uma nova e complexa realidade começa a emergir dos seus relacionamentos uns com os outros e, principalmente, em suas trocas com os aparentemente animados e felizes empregados.

The White Lotus tem no seu maior trunfo o elenco talentoso, que entrega performances incríveis nos papéis de personagens insanos, mas muito realistas ao mesmo tempo. Os principais destaques são Murray Bartlett, como Armond, o gerente do resort encarregado de agradar os hóspedes e deixar tudo em ordem, mas que tem um sério problema de vício em drogas; Jake Lacy como Shane, um corretor de imóveis de uma família rica que chega ao local em lua-de-mel com a indecisa esposa, Rachel (Alexandra Daddario), e que compra diversas brigas com o gerente; Jennifer Coolidge, como a problemática e avoada Tanya, cuja mãe morreu recentemente; Natasha Rothwell, como Belinda, a gestora do spa do resort, por quem Tanya se apega; e toda a privilegiada família Mossbacher, vivida por Connie Britton, Steve Zahn, Sydney Sweeney e Fred Hechinger, além da amiga da família que viaja com eles, interpretada por Brittany O’Grady, que se aproxima de um dos empregados, vivido por Kekoa Scott Kekumano.

Esse grande grupo de pessoas vai interagir de formas que parecem absurdas, mas que imitam de maneira inteligente as relações sociais do nosso dia a dia. O texto é muitíssimo bem escrito e mostra com perfeição que mesmo aqueles que se enxergam como pessoas liberais e progressistas ajudam a perpetuar a exploração daqueles com menos recursos. O ritmo de The White Lotus também é muito bem desenvolvido e cresce com cada episódio, deixando a narrativa mais tensa e imprevisível com o passar do tempo. Apesar do ótimo elenco e das incríveis atuações, senti falta de um destaque um pouco maior para as vidas dos personagens que trabalham no resort, principalmente dos nativos havaianos. É uma forte crítica à sociedade branca e privilegiada que traz à tona vários temas que precisam ser debatidos, mas que, na série, muitas vezes ficam na superfície, geralmente porque há pouca perspectiva de personagens de grupos minoritários. Ainda assim, a história é hipnotizante, bem construída e consegue nos fazer pensar nas maiores defeitos do mundo em que vivemos.

Nota 8!

No momento, The White Lotus está disponível para streaming na HBO Max.


Veja também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: