DA 5 BLOODS – 2020

Quem acompanha as críticas que eu publico aqui no site sabe que a gigantesca maioria delas são de filmes que eu gosto, que eu recomendo – são críticas, mas ao mesmo tempo sugestões. Clicando nos filtros de nota, você vai encontrar MUITOS filmes com 8, 9 e 10 e praticamente nenhum filme com nota menor que 3. Se eu não gosto do filme, simplesmente comento numa rede social, não preciso perder meu tempo fazendo um texto para o site, a não ser que seja um filme muito comentado, sobre o qual eu sinta que tenha que dar a minha opinião também. E esse ano eu resolvi fazer uma review para cada um dos 41 longa-metragens indicados ao Oscar de 2021, e por isso vou escrever sobre Da 5 Bloods (Destacamento Blood, na versão em português), que foi uma das maiores decepções que eu tive ano passado.

Do grande diretor Spike Lee, Da 5 Bloods conta a história de quatro veteranos americanos da Guerra do Vietnã que voltam ao país do Sudeste Asiático décadas depois do final da guerra com a missão de encontrar uma grande quantidade de ouro que deixaram enterrada na selva, bem como encontrar o corpo do quinto integrante do seu antigo destacamento, morto em batalha. Os cinco homens em questão são negros e o filme tem como objetivo resgatar uma história apagada no passado dos EUA: o fato de que homens negros serviram a Guerra do Vietnã em grandes número, inclusive desproporcional com relação aos brancos, mas suas histórias nunca são contadas (inclusive em outros filmes americanos sobre a mesma guerra). Spike Lee faz questão de incluir no filme imagens reais que focam em discursos anti-racistas e anti-imperialistas de líderes negros da época, como Martin Luther King Jr., Malcolm X e Muhammad Ali.

Dito isso, a história do filme em si, mesmo com seu mérito em reescrever uma parte importante do passado, acaba repetindo inúmeros outros erros de filmes de guerra dos EUA que colocam a experiência americana como a única possível. Todos os personagens vietnamitas de Da 5 Bloods seguem os mesmo estereótipos já muito conhecidos: tem a prostituta do tempo da guerra, a filha birracial esquecida, os mendigos, os vendedores desesperados, o inimigo sem voz, sem rosto e sem história. O que parecia ser um filme inovador, acaba sendo mais uma matança de vietnamitas anônimos, cujas histórias nunca importaram, nem nunca foram respeitadas. Além dessa péssima e decepcionante mensagem, Da 5 Bloods é confuso e se desenvolve de maneira irregular, sem foco. Algumas atuações se destacam, como o caso de Delroy Lindo, mas os personagens são tão contraditórios que fica difícil entender suas ações. No fim das contas, é um filme que desumaniza vietnamitas, que objetifica mulheres e que não consegue cumprir a proposta anti-imperialista a que se propõe nos primeiros minutos.

Nota 3!

Da 5 Bloods, indicado ao Oscar de Melhor Trilha Sonora, está disponível para streaming na Netflix.


Veja também:

Um comentário em “DA 5 BLOODS – 2020

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: