GREYHOUND – 2020

Pensa num filme que dá preguiça até de falar a respeito. Esse é Greyhound – Na Mira do Inimigo (que não versão em inglês não leva o subtítulo), filme dirigido por Aaron Schneider e protagonizado por Tom Hanks. A sinopse já deixa claro o sentimento: após décadas de carreira, um dedicado oficial da Marinha finalmente ganha o comando de um navio militar. Lutando contra inimigos, mas também contra suas próprias dúvidas, o capitão busca provar que aquele é mesmo seu lugar. São 90 minutos de filme intercalando batalhas em alto-mar em 1942, poucos meses após a entrada dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial.

Repetitivo e cansativo, cheio de clichês e de cenas dramáticas gratuitas, Greyhound é mais um daqueles filmes americanos de guerra em que o protagonista precisa passar por cima de seus medos para provar sua força e sua coragem. Nesse caso, temos Tom Hanks, o típico herói branco e religioso que se “sacrifica” para salvar o dia e as pessoas ao seu redor. Para mim, esse é um tipo de narrativa que não faz mais sentido há um bom tempo. Logo se vê que o filme se baseia num romance de 1955 chamado The Good Shepherd. O mundo está tão cheio de histórias melhores e mais originais para serem contadas e apreciadas, realmente não precisamos de mais um filme que repete a versão deturpada do herói de guerra americano. O que se salva no filme são os efeitos especiais e outros trabalhos técnicos, que deram ao filme a indicação de Melhor Som no Oscar desse ano.

Nota 3!

Greyhound está disponível para streaming na Apple TV+.


Veja também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: