WE ARE WHO WE ARE – 2020

O italiano Luca Gadagnino ataca novamente, dessa vez com uma série produzida para a HBO Max. Com uma história que se passa numa base militar norte-americana na Itália em 2016, We Are Who We Are narra as aventuras de um grupo de jovens filhos de soldados dos Estados Unidos que têm suas vidas moldadas pelo bizarro e singular contexto em que se encontram. O foco da série é em Fraser, um garoto de 14 anos recém-chegado na Itália com suas duas mães e que está descobrindo sua própria sexualidade; e em Caitlin, uma garota que aos poucos percebe que sua identidade de gênero é diferente do que é assumido pela sociedade a sua volta desde o seu nascimento. E a amizade de Fraser e Caitlin forma o fio condutor dessa história cheia de angústias e incertezas, como é a vida de todo adolescente.

Como em seu outro trabalho sobre amor na adolescência (Me Chame Pelo Seu Nome), Guadagnino e os demais roteiristas da série criam um universo que parece existir somente nos sonhos. Os personagens americanos vivendo nesse pedaço dos EUA encravado na Itália parecem estar num mundo à parte, exceto quando a história nos puxa para a realidade com cenas que incluem TVs mostrando debates entre Trump e Hillary nas eleições de 2016. Essa atmosfera quase que etérea e cheia de belas imagens é um dos pontos fortes da série, assim como as histórias paralelas, como a relação entre as mães de Fraser: Sarah e Maggie, interpretadas de forma fabulosa por Chloë Sevigny e Alice Braga, respectivamente. Outras histórias, contudo, são simplistas e estereotipadas, como o arco do irmão de Caitlin, Danny.

Com relação à história dos protagonistas, por mais que grande parte do desenvolvimento seja cuidadoso, a perspectiva da série é claramente a de um adulto italiano que imagina a adolescência americana. Há um exagero que atrapalha o desenvolvimento da série e dos personagens, por mais que o atores Jack Dylan Grazer (Fraser) e Jordan Kristine Seamón (Caitlin) estejam sólidos em seus papéis. Diversas decisões criativas ao longo de We Are Who We Are são problemáticas, principalmente nas relações abusivas entre diversos personagens que não são devidamente abordadas. E a conclusão da narrativa é certamente uma das mais decepcionantes de 2020.

Nota 5!

We Are Who We Are está disponível para streaming no HBO Go e no Now.


Veja também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: