LOCKE – 2013

A premissa do filme é criativa e interessante: 90 minutos dentro de um carro com Tom Hardy, que interpreta Ivan Locke, um homem à beira de um ataque de nervos dirigindo de Birmingham para Londres. Nessa longa viagem, Locke tem várias ligações para fazer, ele liga para a casa, fala com o filho, com a esposa, com o chefe do trabalho, com o colega que precisa cobrir suas funções no dia seguinte e com uma misteriosa mulher que lhe espera em Londres. Ele quer tentar ajeitar os problemas que criou numa noite há meses atrás, mas por mais que ele tente corrigir todos os problemas que ele mesmo causou, não parece que as outras pessoas lhe darão uma segunda chance.

E quer saber? Nem eu daria. Assim como não dou uma segunda chance para esse filme. Eu até toparia assistir uma hora e meia de Tom Hardy ao telefone se o conteúdo das conversas fossem bons o bastante, mas eu juro que passamos quase metade do filme aprendendo a despejar concreto na base de um edifício! A cada minuto o filme se forna mais repetitivo e tenta nos convencer de que Locke é o homem mais correto do mundo e cometeu um único erro a vida toda… preferia muito mais ver um filme do ponto de vista das mulheres com quem ele fala. De qualquer forma o filme tem uma música muito boa e a interpretação do Hardy é ótima. Mas não passa disso.

Nota 5!

Se você ainda não cansou de filmes sobre homens cis, héteros e brancos que pisam na bola mas no fundo são bonzinhos, pode assistir Locke através da Claro Vídeo, da HBO Go ou do Google Play!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: