SLAXX – 2020

Slaxx é um filme de terror canadense tipicamente independente dirigido pela cineasta Elza Kephart, que co-escreve o roteiro juntamente com Patricia Gomez, que, por sua vez, é uma das produtoras da obra. Muito bem recebido pela crítica, mas com uma recepção um pouco mais morna pelo público em geral, Slaxx tem uma premissa extremamente criativa ao contar a história de Libby McClean (vivida por Romane Denis), uma vendedora idealista recém-contratada para trabalhar numa famosa e descolada loja de roupas. Seu primeiro dia no novo emprego, porém, não será um dia qualquer, pois Libby e seus colegas terão que organizar os preparativos para receber o fundador da empresa, Harold Landsgrove (interpretado por Stephen Bogaert). Harold estará na loja para fazer o lançamento de uma nova marca de jeans, o Super Shaper, cujo tecido inovador é capaz de se moldar a qualquer tipo de corpo. Esses importantes eventos, contudo, serão interrompidos por um par de jeans possuído (isso mesmo que você leu!) que fará de tudo para aterrorizar vendedores e clientes das formas mais bizarras possíveis.

Quando assisto a um filme super independente e de baixíssimo orçamento, como é o caso de Slaxx, eu sempre respiro fundo e embarco na experiência consciente de onde estou me metendo. E muitas vezes o resultado é incrível, como com o perfeito Dois Minutos Além do Infinito, que realmente é um dos melhores filmes dessa última temporada, mesmo sendo claramente baratíssimo, e merece ser visto e apreciado por todos. Agora, no que diz respeito a Slaxx, o resultado foi quase que oposto. A mistura de terror com comédia não funciona muito bem por inúmeros motivos. Mesmo com uma premissa irreverente e uma boa intenção, o filme escorrega num texto fraco e principalmente em atuações exageradas e irritantes que deixam o filme difícil de assistir em alguns momentos. Além disso, a mensagem sociopolítica que a narrativa se esforça para passar acaba se perdendo na tentativa de trazer comicidade para um assunto sério, com piadas em momentos que não deveriam existir. E é aí que as sequências absurdas deixam de ser engraçados e parecem apenas forçadas, o que, juntamente com os problemas de roteiro e de interpretação já mencionados, faz a experiência ir por água abaixo. E nessas horas, nem as boas intenções sobrevivem.

Nota 3.

No momento, Slaxx ainda não está disponível nas plataformas oficiais de streaming ou de aluguel do Brasil.


Veja também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: