FELICITY – 1998/2001

Até me emociono quando falo de Felicity, gente. Essa é a série de TV da minha vida, e apesar dela ser difícil de encontrar para assistir do Brasil, sinto que não posso ter um site sobre críticas de séries e filmes sem falar dessa obra que tanto me marcou. Felicity conta a história de Felicity Porter, uma jovem recém-formada no ensino médio e que decide atravessar os Estados Unidos para estudar arte em Nova York, fugindo dos planos que seus pais haviam programado a sua vida toda (que era de estudar medicina na Califórnia, onde eles viviam). Um detalhe importante: a decisão inicial de ir para Nova York veio do fato de que um “crush” não correspondido da escola, Ben, também ia. Mas você deve estar se perguntando: como alguém gosta tanto de uma série onde uma garota atravessa o país e muda o rumo da sua vida por causa de um crush que ela mal conhece?

Aí que está, Felicity começa assim, mas vai muito além. Já no episódio piloto da série, Felicity percebe que fez besteira e que Ben não era nem um pouco o cara que ela imaginava naquele momento, mas ela já estava em Nova York, e o fato de morar sozinha naquela cidade gigantesca, de ter a sua independência, de ter que lutar para alcançar seus sonhos, de ter novas aventuras com novos amigos, tudo isso fazia os olhos dela brilhar. E como seria diferente? Como a própria Felicity diz na série, a escolha de mudar de cidade por conta de um crush foi uma escolha idiota, mas pelo menos foi uma escolha dela, que ela tomou sozinha, pela primeira vez na vida. Felicity estava embarcando no mundo adulto e se ela fizesse alguma asneira, ela queria arcar com as consequências!

E assim foi, durante os 4 anos de universidade. Felicity errou, acertou, trabalhou, lutou, fez amizades, inimizades, amou, foi amada, deixou de amar e de ser amada. Ela viveu. Essa é uma série sobre o amadurecimento, a conquista do seu espaço e formação de que você realmente é! Ela é super bem escrita, tem ótimas atuações, é repleta de momentos dramáticos e divertidos e, para uma série do final dos anos 1990, ela envelheceu muito bem, obrigado! Tem diversidade, fala de temas relevantes, como estupro na universidade, pílula do dia seguinte, racismo e tantos outros. E assim Felicity me fez enxergar o mundo com outros olhos e querer ser uma pessoa livre (que inclusive seguiu os passos da personagem e foi estudar em Nova York)!

Nota 10!

Eu poderia passar anos e anos escrevendo sobre Felicity, a série que me inspirou a ser quem eu sou, mas esse não é o propósito do site. Então vou terminando por aqui, só mais algumas informações relevantes. Felicity foi a primeira série de TV de um rapaz até então pouco conhecido: J.J. Abrams (isso mesmo, de Lost e Star Wars)! Ele criou a série ao lado de Matt Reeves e o sucesso dela lhe abriu portas que o levaram a criar séries maiores e seguir sua a carreira no cinema. E Felicity foi vivida pela magnífica Keri Russell, que hoje continua atuando maravilhosamente bem em séries e filmes que aparecerão nesse site mais cedo ou mais tarde! 😛

Infelizmente, no momento da publicação desse post, Felicity não estava disponível em nenhuma plataforma de streaming ou de aluguel do Brasil, apesar de ser encontrada em sites de compartilhamento!

Um comentário em “FELICITY – 1998/2001

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: