GODZILLA VS. KONG – 2021

O mais novo capítulo na saga dos monstros mais famosos do cinema traz Godzilla e King Kong numa batalha como nunca antes vista nas telonas (ou na telinha do computador onde você for fazer streaming do filme). Dirigido por Adam Wingard, o filme narra a tentativa de um grupo de funcionário da organização governamental Monarch de entender e impedir os súbitos ataques de Godzilla. Para isso eles precisarão libertar King Kong, que está sendo mantido afastado com a intenção evitar um confronto entre os principais preadores alfa da antiguidade. E é com a ajuda de King Kong que esse grupo irá desvendar a origem desses monstros enquanto uma batalha entre eles se torna cada vez mais iminente.

Esse é o quarto filme da franquia do “MonsterVerse” da produtora Legendary e não podemos deixar de elogiar os efeitos especias das incríveis batalhas entre os dois monstros. Ele é tudo o que os fãs de filmes de monstros mais adoram, e eu, que amo esse tipo de filme, fiquei muitíssimo satisfeito com os confrontos e com as ótimas sequências de destruição. Os efeitos visuais estão impecáveis e merecem reconhecimento. Apesar disso, o filme peca em basicamente todas as histórias que envolvem os humanos, que são muito fracas e até mesmo irritantes. Godzilla vs. Kong tem quase duas horas de duração e infelizmente muito desse tempo é preenchido com tentativas de explicar a “ciência” por trás da existência dos monstros, um universo absurdo e sem pé nem cabeça que não precisava ter todo o destaque que recebeu.

Além disso, o filme é repleto de clichês de filmes de monstros, como crianças e adolescentes super inteligentes e heroicos e vilões estrangeiros caricatos. Os atores fazem o possível, mas são todos papéis vazios que não ajudam muito. O destaque vai pra sempre excelente Rebecca Hall e para a novata Kaylee Hottle. Alexander Skarsgård e Millie Bobby Brown, que são os vivem os principais personagens, estão esquecíveis, mas principalmente por conta do roteiro pouco criativo. Inclusive, alguns arcos do filme são completamente desnecessários, como o que envolve Millie Bobby Brown. Ainda assim, para fãs do gênero, as cenas de ação fazem a experiência valer a pena.

Nota 5!

Godzilla vs. Kong foi lançado na HBO Max e em diversos cinemas do mundo no mesmo dia, 31 de março, mas por conta da pandemia de covid-19 ele ainda não chegou ao Brasil.


Veja também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: